domingo, 14 de novembro de 2010

Beleza dos sonhos

Comecei por um simples olhar
Deste-me uma chance de te poder falar
Foi algo porque lutei tambem não o podes negar
Concedeste-me algo que não podia desperdiçar
Foi então que o meu mundo te acolheu
O meu ser esse estremeceu
Tanto frio tanto calor
Que sensações!! um verdadeiro pavor
Como era possivel?
Existir alguém como tu incrivel
Parecia um sonhar acordado
Por cada pano que era destapado
Cada falar teu puxava-me a ti mais um bocado
Dias e noites a falar
Maravilhado com tal situação que não deixava de me maravilhar
Seria mentira ou algo irreal?
Como podia neste mundo existir um ser tal?
A verdade é que estavas ali
E a cada dia la ia eu falando e assumindo que a verdade estava ai
Tantas confissões faladas
Tantas belezas e sonhos de belas cores ainda não pintadas
Sentimo-nos um único ser
Havia algo ali a crescer
De um conhecimento
A uma amizade
Seguindo um grande sentimento
Cheio de verdade
Sentimos a paixão respirar a nossa realidade
Entregamo-nos ao nosso amor com a sua grandiosa simplicidade
Ligados mutuamente há nossa demanda na busca da felicidade
Acreditando que seja no amor ou um dia na saudade
Que juntos ou separados estaremos sempre ligados pela verdade!

 

Sem comentários:

Enviar um comentário